(11) 3832-6401 | Whatsapp: (11) 9 7480-8270 | contato@bsresidencial.com.br

O estresse é um fator comum na vida. As crianças experimentam estresse da escola, novas situações sociais e simplesmente crescendo. Adultos sentem o estresse de trabalhar, pagar contas, criar filhos e manter as famílias.

O estresse é um fator comum na vida. As crianças experimentam estresse da escola, novas situações sociais e simplesmente crescendo. Adultos sentem o estresse de trabalhar, pagar contas, criar filhos e manter as famílias.

Os idosos também sentem estresse, embora alguns possam ter se aposentado, criado seus filhos e pago suas casas. Certas quantidades de estresse fazem parte da vida de pessoas de todas as idades.

O estresse pode se apresentar de várias maneiras. Aqui estão cinco das maneiras mais comuns de detectar se o estresse de um ente querido é motivo de preocupação:

  1. Mudanças nos hábitos alimentares, como comer em excesso ou perda de apetite, podem ser causadas por um estresse esmagador.
  2. Mudanças de humor devido ao estresse podem apresentar aumento da irritabilidade, tristeza geral ou depressão.
  3. Problemas de memória podem surgir na forma de maior esquecimento de nomes, lugares ou outras coisas que normalmente vêm naturalmente. A falta de concentração pode se tornar um problema. Alguns idosos podem ter pouca capacidade de julgamento, como gastos excessivos quando já estão com orçamento limitado.
  4. Os sinais físicos de estresse podem incluir dores no corpo e aumento de episódios de doença. Mudanças nos padrões de sono – ou problemas em adormecer ou interromper o sono noturno – podem sinalizar estresse significativo.
  5. Idosos que sofrem de stress esmagador muitas vezes se isolam dos outros, recusando-se a socializar ou a participar de atividades que costumavam desfrutar.

Cuidadores familiares de idosos devem estar cientes do estresse no que se refere aos seus entes queridos.

Conhecer os sinais e detectá-los logo no início pode ajudar os idosos a aprender a reconhecer os fatores de estresse e a tomar medidas para aliviar os efeitos que o estresse pode causar. Atividades como ioga, caminhadas e outros exercícios físicos destinados a idosos são grandes alivia dores de tensão.

Muitos idosos aproveitam os benefícios das aulas de Tai Chi voltadas para suas habilidades físicas.

Alguns idosos são incapazes de participar de atividades físicas, mas existem outras maneiras de reduzir o estresse.

Se alimentar através de uma dieta saudável e equilibrada e ter uma boa noite de sono pode manter o estresse sob controle. Participar de uma atividade em grupo não física, como um clube ou voluntariado, oferece socialização e uma oportunidade de limpar a mente das responsabilidades diárias.

Há também agências locais que podem ajudar com tarefas que possam causar estresse indevido para os idosos. As organizações de cuidados temporários podem ajudar nas tarefas domésticas ou nas compras de supermercado.

O fato de que o estresse é uma parte da vida não significa que o estresse esmagador é um fardo que os idosos precisam arcar sozinho. Com ajuda, os idosos podem combater o estresse e seus efeitos negativos. Gaste tempo ajudando os idosos a determinar quais cargas eles enfrentam.

Ajude-os a planejar maneiras adequadas aos seus estilos de vida que não sejam apenas divertidos, mas que possam minimizar as pressões que o estresse pode causar. Ao fazê-lo, a qualidade de vida dos idosos pode aumentar, abrindo ainda mais o caminho para que eles conduzam vidas independentes no conforto de suas próprias casas.