(11) 3832-6401 | Whatsapp: (11) 9 7480-8270 | contato@bsresidencial.com.br

As ferramentas são divididas em duas seções. Em primeiro lugar, você aprenderá as técnicas de memória em si. Em segundo lugar, veremos como você pode usá-las na prática para lembrar nomes de pessoas, idiomas, informações sobre exames e assim por diante.

Tal como acontece com outras ferramentas da mente, quanto mais prática você der a si mesmo com essas técnicas, mais eficazmente você as usará. Esta seção contém muitas das técnicas de memória usadas pelos executores de memória de palco. Com bastante prática e esforço, você pode ser capaz de ter uma memória tão boa.

Mesmo que você não tenha o tempo necessário para desenvolver essa qualidade de memória, muitas das técnicas aqui são úteis na vida cotidiana.

Usando sua mente inteira para lembrar: aqui vão algumas dicas da Casa de Repouso de São Paulo Brilho do Sol!

A ideia principal é que, utilizando estimulos como imagens mentais vívidas, você pode codificar com segurança tanto a informação quanto a estrutura da informação. E como as imagens são vívidas, elas são fáceis de lembrar quando você precisa delas.

As técnicas explicadas mais adiante nesta seção mostram como codificar informações vividamente, usando histórias, imagens mentais fortes, jornadas familiares e assim por diante.

Você pode fazer o seguinte para tornar seu mnemônico mais memorável:

  • Use imagens positivas e agradáveis. Seu cérebro frequentemente bloqueia os desagradáveis.
  • Use imagens cheias de sentido, coloridas e vivas – elas são mais fáceis de lembrar do que aquelas sem graça.
  • Use todos os seus sentidos para codificar informações ou vestir uma imagem. Lembre-se de que o seu mnemônico pode conter sons, cheiros, gostos, toques, movimentos e sentimentos, além de imagens.
  • Dê à sua imagem três dimensões, movimento e espaço para torná-la mais viva. Você pode usar o movimento para manter o fluxo de associação ou para ajudá-lo a lembrar de ações.
  • Exagere o tamanho de partes importantes da imagem.
  • Use humor! Coisas engraçadas ou peculiares são mais fáceis de lembrar do que as normais
  • Da mesma forma, rimas rudes são muito difíceis de esquecer!
  • Símbolos (semáforos vermelhos, dedos apontando, sinais de trânsito, etc.) podem codificar mensagens bastante complexas de forma rápida e eficaz.

Imaginação: é o que você usa para criar e fortalecer as associações necessárias para criar mnemônicos eficazes. Sua imaginação é o que você usa para criar mnemônicos que são potentes para você.

Quanto mais você imaginar e visualizar uma situação, mais eficaz ela ficará em sua mente para uma recordação posterior. As imagens que você usa em seus mnemônicos podem ser tão violentas, vivas ou sensuais quanto desejar, desde que isso o ajude a lembrar.

Associação: este é o método pelo qual você liga uma coisa a ser lembrada a uma maneira de lembrá-la.

Você pode criar associações por:

  • Colocar as coisas umas em cima das outras.
  • Mesclando imagens juntas.
  • Embrulhando-os em torno de se.
  • Rodando-os ou fazendo-os dançar juntos.
  • Ligando-os usando a mesma cor, cheiro, forma ou sentimento.

Por exemplo, você pode vincular o número 1 com um peixinho dourado visualizando uma lança em forma de 1 que está sendo usada para lançá-lo.

Localização: dá-lhe duas coisas.

Um contexto coerente em que você pode colocar informações para que ele fique unido e uma maneira de separar um mnemônico de outro.

Ao definir um mnemônico em uma cidade específica, posso separá-lo de um conjunto mnemônico similar em uma cidade. Por exemplo, ao definir um em Wimbledon e outro similar mnemônico com imagens de Manhattan, podemos separá-los sem perigo de confusão.

Você pode construir os sabores e a atmosfera desses lugares em seus mnemônicos para fortalecer a sensação de localização.